20 de mar de 2008

Jogo de gude

Um bocado de guris. Quase cem. Todos descalços e nus da cintura para cima. Bolinhas de vidro nas mãos. A marcação triangular é medida minuciosamente no chão arenoso do terreno baldio nos fundos da Rua A.

- É na vera?

- Não, é a Dona Maria. Corre!

Acabou-se a brincadeira, lá se foi a minha infância.

Nenhum comentário: