12 de ago de 2008

Conto Hassídico




Um homem viajou até Selma a fim de buscar o conselho do Rabino Ben Kaddish, o mais santo dos rabinos e talvez o maior sábio da era medieval.
"Rabino", perguntou o homem, "onde posso encontrar a paz?"
O Hassid olhou-o de alto a baixo e disse: "Depressa, atrás de você!"
O homem virou-se para olhar e o Rabino Ben Kaddish acertou-o bem no cocuruto com um castiçal.
"Esta paz chega para você?", perguntou com uma risadinha, ajustando seu barrete.

Neste conto, fez-se uma pergunta sem sentido. Não apenas a pegunta não tem sentido, como também não o tem o homem que viajou até Selma para fazê-la. Não que ele estivesse tão longe de lá, mas por que não ficou quieto no seu canto? Por que ficar importunando o Rabino Ben Kaddish, como se este já não tivesse bastantes amolações? A verdade é que o rabino já estava bastante cansado desse tipo de gente e, como se não bastasse, andava também envolvido num caso de paternidade ilícita. Portanto, a moral desta história é que o tal homem não tinha mais o que fazer senão vagabundear pelo deserto e encher o saco dos outros.
Assim, o rabino simplesmente deu-lhe um cacete, o que, segundo o Pentateuco, é uma das maneiras mais sutis de demonstrar preocupação.


Fragmento de Cuca Fundida, Woody Allen

16 comentários:

victor disse...

nossa mtu legal esse texto !!!
passa no meu blog tb!
http://dancmusic.blogspot.com/

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Seu texto me fez pensar.Isso geralmente é um bom sinal.
Adorei a cor vermelha do seu blog.
Um abraço para você.

Dário Souza disse...

vey nao consegui entender direito o motivo por o guru ter dado a pancada na cabeça do outro ( demonstrar preocupação ??Isso nao faz sentido ).Mas ate que eu gosto do woddy allen.

nicestthing disse...

Também não entendi muito bem porque ele fez isso. :S
Quando não tenho nada o que fazer... Encho o saco das pessoas e depois escrevo algum texto, isso se minhas idéias não estiverem voando. Hehe...

victor disse...

como assim?
uhahuahuauhahua

Ramon Assis disse...

Já te add entre os favoritos!

Agora, com este texto pensei:
Existe algo que mais pertube a paz de um homem, do que a busca pela própria paz?
Quando nos enchemos de questionamentos, e buscamos uma perfeição de espirito, enquanto poderiamos não pensar nela e levar a vida, como se aquilo fosse a perfeição? Acho que assim sentiriamos paz.


www.assiris.blogspot.com

Alexandre disse...

Se o homem tivesse ficado no canto dele teria tido paz ao invés de uma pancada no cocuruto

Natty disse...

Concordo com o Ramon: nada perturba mais a paz do homem do a busca por ela... Mto bom o seu post!

Georgio Rios disse...

Cara, não sei como tu aguenta tanto comentário idiota.Velho, põe o moderador de comentários para filtrar tanta bobagem que escrevem.

Tem gente que nem lê o texto e bota merda só pra constar...

roas77 disse...

Se todos que nos incomoda agente pudesse dar umas cacetas seria legal.. rsrs

Mas a cecetada em forma de preocupação que não entendi!!

Vc poderia esplicar??
fique curuisa quanto a essa parte..

abç..

http://moemaemdebate.blogspot.com/

KaKa Fuinha disse...

hauhauhauhauhauhauha

nossa eh bom ninguem nunca me perguntar como encontrar a paz.. senaum eu vou fazer que nem o rabino

:D

adorei

da uma passadinha no meu blog
http://blogdatolinha.blogspot.com/

Ricardo Thadeu disse...

Georgio, a única maneira de demonstrar minha preocupação, segundo o Pentateuco, com tamanha falta de inteligência ao comentar seria dar um cacete na cabeça de quem não compreendeu.

Como não posso fazê-lo, me satisfaço em saber que Woody Allen é de fato um humor para poucos.

¡Hasta!

Caio Rudá disse...

Sim, péda. Wodd'Allen foi uma boa pedida, see?

Quanto aos comentários... ai, ai, ai. Mas eu pensei num modo de vingaça. Vamos localizar o IP desses feladaputa e atacar seus pcs.

Caio Rudá disse...

Ou então ativa a moderação de comentários... fiz isso no meu para filtrar.

Homenzinho de barba mal feita disse...

Para buscar a paz, ñ necessariamente deve-se pertubar a paz alheia...
Bom texto do Woody allen.

Georgio Rios disse...

Cara tá bem a contento, quem nasceu pra quebrar licurí morre com a pedra na mão!!!!Um abraço!!