10 de fev de 2009

L.S. Maxwell - Caso 10 Reloaded

Sou detetive particular e estava de férias em La Marijuana, no distrito de San Juan. Fui ao Gran Circus Estrella Amarilla, cuja principal atração era o mágico, El increíble Alastor Velázquez. O palhaço, digo, o mágico era muito gordo e vestido com aquela capa amarela me fazia confundi-lo com um taxi. Tenho absoluta certeza de que ele encalharia se caísse no Grand Canyon.
A almôndega, quer dizer, o mágico pediu um voluntário para fazer um número perigoso. Meu faro de detetive me faz levantar o braço e derrubar automaticamente uma madame que se encontrava abaixo de minha axila. Dirigi-me ao picadeiro e entrei numa caixa de madeira, conforme as instruções do lutador de sumô encartolado...

– ¡Señoras y señores! Cuando yo contar hasta três este señor desaparecerá en la Caja Secreta. Uno, dós, ¡três! ¿Señor? ¿Señor? Él no está aqui...


O Circo, Georges Seurat
.......................................................................................................................................
Galera, enquanto o nosso detetive não dá as caras (e as coroas) na segunda temporada (que já está saindo do mundo das idéias) a 100 Fundamentos Internanoinal Corporation lança o desafio ONDE PORRA FOI PARAR O MAXWELL? 
Para participar é mais fácil que passar da segunda fase de Mario World! Envie a sua idéia para detetive.maxwell@yahoo.com.br
até o dia 10 de março. As três melhores sugestões farão parte de um dos casos das Férias de L.S. Maxwell que será publicado aqui no blog e no mini e-book da primeira temporada da série.

2 comentários:

Siento que me miran de cerca disse...

Adoro o humor

Beijo

Caio Rudá disse...

Aguardando a 2ª temporada do detetive Maisossuel...

Só não faça como os produtores de Lost que privam os fãs por meses até os novos episódios.