8 de fev de 2009

L.S. Maxwell - Caso 10

Sou detetive particular e me meti numa enrascada ao tentar desvendar o mistério da morte do escritor A. Johnson. Foi um caso difícil, pois qualquer idiota munido de vinte litros de nitroglicerina poderia ter feito aquele estrago no rosto de Johnson. Os médicos legistas não conseguiram perceber que o corpo encontrado embaixo de um carrinho de cachorro-quente era do pobre escrevedor de historietas para moças com problemas renais. Quem identificou a carcaça, quer dizer, o cadáver (através da sua carteira) foi a senhorita O. Hilton, atualmente (e desde aquela época) sem ocupação.
Descobri que a senhorita O. Hilton tinha um caso com o meu investigando, inclusive a personagem do nono livro de Johnson foi inspirado na vida da gostosa, digo, da senhorita O. Hilton; e a vida da senhorita O. Hilton foi inspirada na vida da personagem do sexto livro de Johnson, o que fez com que a senhorita O. Hilton fosse processada por cópia ilegal da vida alheia pela personagem de um livro. Ser obrigada a pagar quinhentos mil dólares a uma loira descrita em seis linhas e meia fez a senhorita O. Hilton tomar medidas drásticas e providenciar a explosão da face pálida de seu amado. Desvendei esse caso lendo um conto de Woody Allen e resolvi tirar umas férias.

Odalisca, Mariano Fortuny

........................................................................................................................
Caros e baratos leitores,

Este foi o ultimo caso da primeira temporada de L.S. Maxwell.
Novidades em breve (ou nunca mais)!

4 comentários:

Domingos Barroso disse...

É, meu rapaz, toda continuidade -
mesmo de pequenas obras-primas -
enche o saco e causa reumatismo
em mãos criativas.

Aproveite as férias, Mr. Maxwell.
Mas não se esqueça dos seus órfãos.

Thadeu, abraços.

fabiana disse...

Grande Maxwell! Adorei a idéia da Srta Hilton ter de pagar indenização por copiar a vida de uma personagem do livro...
:-)))

Também espero que Maxwell volte logo.

Gisa disse...

Menino, adorei seu blog. Tá, ainda estou meio confusa com esta tal Maxwell, mas o que me intriga, me atrai... Sinal que vou fazer uma investigação avassaladora em seu blog... huahuahua

To te linkando...

Beijos

Silvestre Gavinha disse...

Nada como um escritor que lê seus leitores e os atende. Vou para o reloaded. Aliás bom saber que tudo pode sempre também melhorar.