1 de mar de 2009

nº 13

O que porra eles fazem no andar de baixo? Nunca ouvi uma zuada, um ruído. Parece que não bebem, não usam incenso. Parece que não fodem. Parece que são gente. Ora, são gente. Acho que mainha se daria bem com eles. Acho que o tempo ali é mais lento. Acho que ali não há tempo. De repente, toco um acorde. Escuto uma voz em forma de reclame. Lembro de olhar o relógio. Porque olhei o relógio? São vinte pra duas. Não são eles os mudos. Sou eu. O atrasado para o sono.

Desenho do francês Matthieu Bessudo

7 comentários:

nobreza disse...

hehehehe...os meus "vizinhos de baixo" são ótimos também! Já os "vizinhos de cima" detonam! Literalmente: esta semana compraram uma mesa nova de jantar. Promessa de arrastão até a nova mesa ficar detonada.

Parecem até gente!

abs!

http://grooeland.blogspot.com

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

o problema é que o vizinho silencioso é sempre o de baixo

Petite Femme disse...

ótimo para quem vive o lema "o mundo inteiro acordar e a gente dormir", como eu, que já cheguei ao cúmulo de achar que os estranhos eram os vizinhos de baixo pq nunca os via. pena que o salto da vizinha de cima não me deixe dormir uma manhã inteira.

bjs

Loly disse...

Perdeu-se no tempo? Adorei.

lupeu lacerda disse...

os seus são estranhos?
os meus moram na calçada, sabem o nome de todos, e todos os horários, sabem quem é: virgem, corno, maconheiro and etcétera. filhos da puta. demasiadamente humanos.
valeu.

fabiana disse...

Nunca dei muita bola pros vizinhos, até encontrar o atual: ele deixa seus chinelos do fluminense na porta do apartamento.
Só podia ser gente boa; podiam ser todos assim.
:-D
Bjs

Caio Rudá disse...

Queria morar nesse andar de baixo, se provada a ausência do tempo.

Gostaria de um dia parar e esquecer das horas...