26 de jun de 2009

L.S. Maxwell - Caso 6 (segunda temporada)

Sou detetive particular e fui contratado para investigar o sumiço do nariz rei do pop. Vossa majestade estava treinando um novo passo para a estréia de sua turnê pelos países comunistas quando recebeu uma cacetada no cocuruto. Ao acordar, apalpou seu nariz e percebeu que o mesmo não estava lá encravado entre seus olhos. Com uma dor de cabeça digna da realeza, ligou para mim, contou o seu caso e pediu extremo sigilo nas investigações. Enquanto ele fazia os shows com uma daquelas máscaras cirúrgicas, eu averiguava o caso. Interroguei os seis mil empregados de sua mansão na Tchecoslováquia, os outros doze mil de seu rancho e alguns fãs dele que encontrei numa boate para pessoas com insuficiência respiratória. Nada. Não consegui prender o responsável por essa atrocidade, mas para satisfazer meu ego detetivesco mandei um caranguejo para o xadrez por usar o Moonwalker sem autorização real.

7 comentários:

Marcus Duarte disse...

Não sei se entendi tua intenção,
e não sei se foi vce que escrveu,

mas achei meio fora de hora..

esperaimos para as piadas por 7 dias.

Hahahaha, abraço!

Ricardo Thadeu disse...

Marcus, escrevi, bolei a "charge" e acho que toda hora é hora de rir. =]


Abraço, vey.

mundodrive.com disse...

todo mundo zuou Michael enkuanto ele era vivo e tem gente que acha que não se pode tirar mais sarro dele!!!

Anderson Cavalcanti disse...

Que isso? (rs)

Caio Rudá disse...

Ô, Thadeu...

Podre, você. O cara era doente. Piedade.

ps: estou aprendendo o moonwalker, aaaaaaaaau!

Ingrid disse...

Cada blog que eu vou tem uma piadinha com as equisitices de Michael Jackson, uns tem muita criatividade e outros nem tanta, mas cada um é dono do seu blog e escreve o que quer. Não achei graça =]. Beijos!

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

viva o nariz que mesmo sumido continua cheirando por aí