17 de jan de 2011

Árvore,

                      p/ C. Rudá de Oliveira




o torpe arbusto
observa a samambaia torta

(o resto da cena é o enfado
da floresta       adormecida)

3 comentários:

Rart og Grotesk disse...

poucas, belas e simples palavras.
se quiser, acesse meu blog de arte obscura http://artegrotesca.blogspot.com
boa semana!

Caio Rudá de Oliveira disse...

o tal arbusto foi de uma providência tal que até me rende dedicatória, rs.

grazie, moi druk.

Maria Leite disse...

dorme a palavra no cio de nascer amanhã.
Bjus*