21 de out de 2008

Deixa estar, rapaz, deixa estar

Quando estou na pior,
prestes a amarrar uma bigorna no pescoço
e me jogar da ponte
é você que me diz: let it be.
E quando eu quero correr pelado
e gritar para o mundo ouvir
que essa merda de vida não vale a pena,
e quando o feijão fica mais caro
é você que me diz: let it be.
E nas vezes que choro cortando cebolas
ou vendo meu time perder,
ou quando sei que os ETs vão invadir a Terra,
que amanhã é segunda-feira
e percebo que essa é uma releitura
de uma canção famosa
é você que me diz: let it be. 

Foto: Lennon and McCartney (1965) de David Bailey © Camera Eye Ltd.

4 comentários:

Karla Hack disse...

E que show de releitura!
Tem humor, é moderna e - porque não - sensível!
Identifiquei-me!

;D

bjus

Miss K disse...

adorei...mais os ets vão invadir a terra!?
Oo

Tio Sam disse...

hehehe
muito bom.
a dos Ets foi a melhor hahah;

fabiana disse...

pois é... words of wisdom.